Quando o “America’s Got Talent” se tornou um sucesso na televisão dos Estados Unidos, outros países além de Portugal começaram a seguir o mesmo caminho criando sua própria versão do programa.

Na Suíça, uma artista tornou-se viral nas redes sociais, não apenas devido à sua incrível capacidade artística, mas também pela forma como os juízes reagiram à prova.

Corinne Sutter é uma artista suíça que desenha retratos em forma de caricatura. Durante a sua apresentação, começou a desenhar um retrato de um dos juízes, Gilbert Gress, sob a pressão de tempo. Sutter só teve alguns segundos para cativar os juízes mas, um por um, eles foram carregando no botão vermelho, recusando a sua passagem para a próxima fase.

Sem se dar por vencida, Sutter quis provar o seu valor e, apesar de já estar excluída, prosseguiu com a caricatura até esta estar terminada. Apenas alguns segundos antes de terminar o retrato, ela virou-o de cabeça para baixo e soprou-lhe um pó por cima.

O resultado final obteve uma ovação de pé, deixando o júri rendido. Dê uma olhadela e veja se não é impressionante.

TEXTO: Ana Margarida Leite