Um taxista está a tornar-se um herói depois de atender ao pedido de um homem desesperado para salvar a filha que se encontrava no festival em Las Vegas onde, a 1 de outubro, ocorreu o tiroteio que matou 60 pessoas.

A câmara de vigilância do táxi captou o desespero de um homem que precisava de ir em socorro da filha. Ashley, a filha do passageiro, estava com o marido num festival na Las Vegas Strip quando um homem começou a disparar sobre a multidão do 32º andar de um hotel.

O passageiro pediu ao taxista que se dirigisse para o local do tiroteio, e ele não hesitou em colocar a sua vida em risco para salvar a de outros.

Em jeito de agradecimento, o cliente disse que lhe pagava mais pelo serviço, ao que o taxista respondeu tranquilamente: “Eu também sou pai, faria isto de borla”.

Quando o táxi chega finalmente ao local, a filha do passageiro e o marido correm em direção ao carro, seguidos de mais pessoas que fugiam do tiroteio. O taxista chegou a transportar sete pessoas no banco de trás, deixando-as sãs e salvas num local longe do massacre.

Se esta história teve um final feliz, em muito se deve a este herói que não pensou duas vezes em socorrer quem precisava. Veja com os seus próprios olhos.

TEXTO: Mafalda Santos