Mundial 2018: Capitão do Peru conquistado por brasileira. Conheça a nutricionista que trata da saúde de Paolo Guerrero

Thaísa Leal é brasileira mas vai torcer pelo Peru no Mundial. A nutricionista é a namorada e o grande apoio de Paolo Guerrero, jogador que esteve em risco de falhar o Mundial.

A seleção do Peru vai contar com uma adepta especial no Mundial da Rússia. Trata-se da nutricionista carioca Thaísa Leal, a dona do coração de Paolo Guerrero, capitão e principal figura da equipa sul-americana.

O casal namora há cerca de um ano, segundo a imprensa brasileira, e conheceu-se no Rio de Janeiro. É na “cidade maravilhosa” que a nutricionista dá consultas e que o futebolista joga desde 2015, quando assinou pelo Flamengo.

Apesar de manterem uma relação discreta, Paolo Guerrero e Thaísa Leal não escondem a paixão que os une. No passado dia 12 de junho – Dia dos Namorados no Brasil – ambos trocaram declarações de amor na rede social Instagram e deram conta do momento por que estão a passar. Isto depois de o jogador de 34 anos ter estado em risco de falhar o mundial.

Guerrero acusou positivo para cocaína num controlo anti-doping realizado em outubro, após um jogo contra a Argentina, e foi castigado com uma suspensão de 14 meses. O jogador alegou ter bebido um chá com uma infusão de folha de coca da qual não tinha conhecimento e apelou que o castigo lhe fosse levantado.

Depois de alguns meses de deliberação e de manifestações de apoio por parte de várias figuras do mundo futebol, inclusive dos capitães das equipas que integram o grupo do Peru no Mundial (França, Austrália e Dinamarca), o Supremo Tribunal da Suíça suspendeu o castigo e autorizou Guerrero a jogar o Mundial, o primeiro do seu país em 36 anos.

Percorra a galeria de imagens da musa do capitão peruano

TEXTO: João Manuel Farinha