Johnny Depp: “Bebia vodka pela manhã e começava a escrever até as lágrimas me encherem os olhos”

Johnny Depp abre o coração em conversa com a revista “Rolling Stone” e fala sobre o período complicado que passou após o divórcio de Amber Heard.

Johnny Depp, de 55 anos, revelou que entrou numa espiral depressiva graças a problemas financeiros e ao divórcio da também atriz Amber Heard. “Desci mais fundo do que alguma vez imaginei que fosse possível”, desabafou.

O ator de “Os Piratas das Caraíbas” revelou que o estado em que se encontrava era tão profundo que o seu único conforto era o álcool. “Bebia vodka pela manhã e começava a escrever até as lágrimas me encherem os olhos e eu não conseguia mais ver a página”, explicou.

“É um insulto dizer que eu gastava 30 mil dólares por mês em vinho. Porque era muito mais”
Johnny Depp

Lembre-se de que Depp foi também acusado de ter gasto avultadas quantias de dinheiro em “pequenos luxos” como iates, férias, propriedades e segurança. As dívidas do ator foram aumentando e a fortuna diminuindo.

Veja ainda:

O ator das mil e uma faces. Os 55 anos do camaleónico Johnny Depp em 55 imagens, mais uma

Johnny lamentou ainda que os filhos tenham sido sujeitos aos comentários negativos que os colegas fizeram relativamente aos seus problemas.

TEXTO: Inês Messias