Antigo futebolista Kenny Dalglish armado cavaleiro pela rainha Isabel II. “Estou muito orgulhoso”

Kenny Dalglish. Fotografia: Reuters

O antigo jogador e treinador do Liverpool Kenny Dalglish foi esta sexta-feira armado cavaleiro pela rainha Isabel II, por serviços prestados ao futebol e à cidade de Liverpool, bem como pelo seu apoio às causas sociais.

Kenny Dalglish, de 67 anos, foi o único desportista a fazer parte da ‘Queen’s Birthday List’, enquanto o avançado Jermain Defoe, do Bournemouth, e o pugilista Anthony Joshua também foram homenageados na cerimónia.

“Estou muito orgulhoso de receber esta distinção, que é para mim e para todos os que me acompanharam ao longo dos anos, desde os familiares aos colegas de profissão”, disse Dalglish.

O antigo futebolista, nascido em Glasgow, iniciou a sua carreira no Celtic, após o que se mudou para o Liverpool, clube pelo qual disputou 515 jogos e marcou 172 golos.

Dalglish tornou-se o jogador-treinador dos ‘reds’ após o desastre do Estádio Heysel, em maio de 1985, quando 39 pessoas morreram esmagadas, e ainda estava no comando do clube na época da tragédia no Estádio Hillsborough, em abril de 1989.

Desde então, Kenny Dalglish foi uma voz ativa das famílias das 96 pessoas que morreram em Hillsborough, participando em diversas campanhas de solidariedade e apoio.

Dalglish também treinou o Blackburn Rovers, conquistando o título da Premier League em 1994-95, e o Newcastle e conquistou 14 títulos de campeão como jogador e treinador, na Escócia e em Inglaterra, além de três Taças Europeias pelo Liverpool.

Jermain Defoe foi agraciado com a distinção de Oficial do Império Britânico pelo trabalho da sua fundação e Anthony Joshua – vencedor de uma medalha de ouro olímpica em Londres2012 – recebeu a mesma honra.

TEXTO: Lusa