Incêndios. Gregos revoltados com princesa Olympia por causa de… um prato de “ouriços-do-mar”

Depois dos incêndios do ano passado em Portugal, a tragédia alastrou-se até à Grécia, a cerca de 40 quilómetros do coração de Atenas. Além do choque de quem viu morrer familiares e amigos, a indignação tomou conta dos gregos.

Na origem desse sentimento está a aparente indiferença demonstrada pelos príncipes herdeiros da Grécia durante e após o inferno que na segunda-feira atingiu a vila de Rafina e sobretudo Mati, um dos bairros periféricos localizados na zona norte daquela região.

Na quarta-feira, apenas dois dias depois dos fogos terem matado cerca de 81 pessoas e deixado feridas 187, entre as quais 11 permanecem em estado crítico, a princesa Olympia, filha única de Pavlos, príncipe herdeiro da Grécia e da mulher, Marie-Chantal, publicou no Instagram a fotografia de um prato de ouriços-do-mar, por ocasião do seu 22.º aniversário, e desde logo lhe foram dirigidas muitas críticas através da sua caixa de comentários.

Vários seguidores da jovem modelo relembraram-na de que há muitas pessoas que morreram, enquanto outras continuam a lutar pela vida nos hospitais, e que se tratava de uma falta de respeito para as vítimas que esta se preocupasse apenas em se “divertir”.

Espantada perante os ataques de que foi alvo, Olympia respondeu que se sente péssima com tudo o que aconteceu e que o seu coração e as suas orações estão “com todos aqueles que foram afetados” e pediu que não a atacassem “por uma imagem de ouriços-do-mar”.

Veja a fotografia da discórdia no interior da galeria.

Ainda assim, a revolta dos gregos não se estende apenas à princesa. A reação lenta à tragédia por parte de Pavlos e Marie-Chantal, que até à trágica segunda-feira publicaram várias fotografias das suas férias nas redes sociais, não deixou os gregos agradados.

Só na quarta-feira é que o casal recorreu à internet para expressar os seus sentimentos perante a desgraça. Pavlos referiu que os seus pensamentos e orações “estão com as vítimas e com os familiares das vítimas [e] com todos os envolvidos no resgate dos habitantes das áreas afetadas” pelos incêndios.

TEXTO: Duarte Lago

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.