“2018 vai trazer-me uma namorada”. Ruben Rua diz estar em “fase de fazer escolhas”

Garante que acabará 2017 solteiro, mas acredita que o novo ano lhe trará uma namorada. Ruben Rua fez um balanço do ano que está prestes a terminar e declarou que está na altura de fazer escolhas.

Na “Gala das Estrelas, que o manequim considerou “um dos poucos acontecimentos em que se consegue reunir toda a família TVI”, houve tempo para falar de como vai passar o Natal, a passagem de ano, dos projetos profissionais mas, principalmente, sobre um dos objetivos de Ruben Rua para 2018: encontrar o amor.

“O ano ainda não acabou!”, ressalva o manequim, de 30 anos, sobre a possibilidade de encontrar alguém ainda em 2017. Mas, apesar de “não existir” um “projeto de namorada”, Ruben Rua não esconde a vontade de se voltar a apaixonar. “Eu acredito que 2018 me vai trazer uma namorada”, disse, acrescentando que quando acontecer o assume. “Temos 365 dias pela frente, pode ser no início, no meio ou no fim”, brinca.

O ator e apresentador contou que tanto o Natal como a passagem de ano serão passados na sua terra natal, o Porto, pois realizou há pouco tempo “uma viagem longa”, como lhe contámos aqui, e alguns “compromissos profissionais” não lhe permitem ausentar-se novamente. Mas, garante, “muito em breve” haverá outra viagem planeada.

“Estou numa fase de fortalecer os desafios que tenho em mãos, em que tenho de começar a fazer algumas escolhas. Podemos ser tudo, mas não podemos ter tudo. E acho que se 2017 foi um ano de mudança, acredito que o próximo seja de concretização”.

O manequim, que recentemente se lançou no mundo digital e criou um canal de YouTube que alimenta regularmente, não quis revelar essas escolhas, declarando apenas que “a televisão continua a ser uma grande aposta” mas também que está nos seus planos seguir “a sua área de formação”, a comunicação. “Sempre tive o sonho de um dia ter uma empresa nessa área, mais concretamente uma agência de comunicação com a minha irmã, que também é mestre nessa área”, conclui.

TEXTO: Mafalda Carraxis