Angelina Jolie em risco de perder a custódia dos filhos. Em causa está o seu comportamento “prejudicial”

Ao contrário do que foi avançado em abril, Angelina Jolie e Brad Pitt não declararam tréguas e continuam numa guerra judicial pela custódia dos filhos. A atriz corre mesmo o risco de perder a guarda das seis crianças caso continue a dificultar o contacto delas com o ex-marido.

Este foi, pelo menos, o parecer dado pelo juiz responsável pelo processo do mediático divórcio entre os dois atores norte-americanos. Citado pelo site de entretenimento TMZ, o magistrado garante que a atitude de Angelina Jolie de criar obstáculos na comunicação entre pai e filhos é “prejudicial” para os menores.

Assim, o juiz determinou novas regras para o contacto entre Brad Pitt e Vivienne (nove anos), Knox (nove), Shiloh (12), Zahara (13), Pax (14) e Maddox (16). A partir de agora, o ator poderá ligar ou mandar mensagens a qualquer hora do dia para cada uma das crianças sem o controlo da mãe.

Foram ainda reguladas as visitas presenciais que o intérprete fará aos filhos em Londres, Inglaterra, onde os seis menores estão a viver com a atriz. Até meados do presente mês, Brad Pitt poderá estar com uma ou duas crianças de cada vez durante quatro horas, duração que cresce para as dez no final de junho – sempre com o acompanhamento permanente de um psicólogo infantil.

Já na primeira metade de julho, o pai poderá ficar na capital de Inglaterra com as crianças quatro dias consecutivos. No final desse mês, o ator poderá viajar com os filhos até Los Angeles, Estados Unidos, durante cerca de uma semana.

Nestes períodos, Angelina Jolie fica restringida a um contacto telefónico diário com os filhos.

Esta política não abrange o primogénito do ex-casal, Maddox, que decide ele próprio o tempo que quer dividir com o progenitor.

Recorde-se que aquando do anúncio da separação, a 20 de setembro de 2016, surgiram rumores de que Brad Pitt se tinha envolvido num confronto físico com o jovem numa viagem de avião. O boato nunca foi confirmado mas foi apontado como o motivo que espoletou Jolie a pedir a Pitt que se afastasse dos filhos.

TEXTO: Dúlio Silva