Cristina Ferreira no Dia de São Valentim: “Uma vez amor, amor para sempre. Ou então não era amor”

Cristina Ferreira assinalou o Dia de São Valentim, que esta quarta-feira se celebra, com um texto em que aborda esta temática. Nele, a apresentadora reflete sobre o amor para com o outro, para com os familiares e, o mais fundamental, o amor-próprio.

Desafiada para falar de amor, a estrela da TVI fê-lo sem qualquer hesitação, referindo-se ao Dia dos Namorados como o “dia dos apaixonados, seja lá o que isso for”.

“Esta última frase ficou-me na memória quando vi um documentário sobre a princesa Diana. Quando os jornalistas perguntaram, aquando do anúncio do noivado, se estavam apaixonados, a princesa respondeu ‘sim’ e Carlos acrescentou ‘seja lá o que isso seja'”, recorda Cristina Ferreira, numa mensagem publicada no site a que dá nome, o Daily Cristina.

A apresentadora de “Você na TV”, cuja condução é dividida com Manuel Luís Goucha, diz que “o amor não é palpável nem se pode medir”, “porque há tantas formas de amar” e “porque há que aprender a amar”. E, de entre as várias dimensões do amor, a comunicadora, de 40 anos, destaca o “importantíssimo amor próprio”, “aquele que talvez faz realmente a diferença”.

Porquê? Porque “nem sempre gostamos de quem somos. Eu própria aprendi a gostar de mim”, revela Cristina, que numa anterior ocasião já admitiu que durante a única relação que se lhe conheceu, com António Casinhas, era uma “Cristina com menos poder, mais frágil, mais dependente afetivamente” e que “não sabia amar”.

“Quando amamos, temos que saber respeitar-nos e eu tenho noção de que vivia para o outro e não para mim. (…) agora eu gosto de mim”, afirmou, convicta, há menos de um ano, quando Goucha a entrevistou para o projeto editorial que a apresentadora dirige.

Recorde clicando aqui a impactante entrevista dada por Cristina a Goucha.

“Eu sou daquelas pessoas que acha que, uma vez amor, amor para sempre. Ou então não era amor”, diz, agora, Cristina Ferreira, que na referida entrevista ao seu parceiro televisivo assumiu que amará “eternamente” o pai do seu filho.

A apresentadora e o empresário conheceram-se na adolescência e namoraram durante 15 anos. Três anos antes do fim da sua relação, nascia aquele que é, até agora, o único filho de ambos. Hoje, Tiago tem nove anos.

O menino não é, aliás, esquecido pela mãe nesta dissertação sobre o amor. Nem o filho nem os pais. “Sou hoje uma filha que ama mais, que sente pelos pais um crescente apego e ligação. Sou uma mãe que ama, a cada dia, um filho que me amará enquanto mãe. E vejo o amor dos avós por ele.”

Percorra a galeria e veja a incrível evolução de Cristina Ferreira:

TEXTO: Dúlio Silva