Dolores Aveiro sobre gravidez de Ronaldo: “Já tinha três filhos. Tentei abortar e não consegui”

A mãe de Cristiano Ronaldo voltou a falar sobre um dos momentos mais complicados da sua vida: quando estava grávida do craque madeirense e tentou interromper a gestação.

Foi durante a apresentação do livro “Mãe Coragem” numa livraria em São Paulo, no Brasil, que Dolores Aveiro voltou a abrir o coração sobre a interrupção voluntária da gravidez de Cristiano Ronaldo. “Já tinha três filhos. Tentei abortar e não consegui”, recordou Dolores Aveiro. “Ainda bem, porque o Cristiano foi a estrela que iluminou a minha vida”, acrescentou.

A matriarca do clã Aveiro, de 63 anos, que é ainda mãe de Katia, Elma e Hugo, deu o seu exemplo para aconselhar as mulheres a não interromperem as suas gestações. “Quero transmitir às mulheres que não façam isso. Que pensem e que lutem. A coisa mais bela que temos são os nossos filhos”, frisou.

Esse momento da sua vida está, aliás, presente naquela obra, da autoria de Paulo Sousa Costa e editada em 2014. “Quis abortar, mas o médico não me apoiou na decisão”, revela em “Mãe Coragem”, explicando que optou por uma receita caseira, que não resultou. Dolores Aveiro acabou por levar a gravidez adiante.

A mãe do capitão da seleção nacional deslocou-se ao Brasil para inaugurar um restaurante com receitas da sua autoria.

TEXTO: Ana Filipe Silveira