“É um superpoder”. Kanye West revela ter sido diagnosticado com bipolaridade há um ano

Kanye West contou ter sido diagnosticado com bipolaridade aos 39 anos. O artista falou sobre o seu estado de saúde numa entrevista ao locutor de rádio Big Boy.

Durante a festa de promoção do seu novo álbum, “Ye”, Kanye West revelou que só descobriu ser bipolar aos 39 anos, depois de viver uma vida inteira sem qualquer diagnóstico.

“Nunca me foi dito nada até aos 39 anos”, começou por dizer o produtor musical, hoje com 40 anos, na passada quinta-feira, em Wyoming. Após a descoberta da sua condição clínica, o cantor apercebeu-se que a doença “não é uma incapacidade” mas “um superpoder”.

“Como disse no meu álbum, isto não é uma incapacidade, é um superpoder”, afirmou Kanye West durante a entrevista ao comunicador, apesar de não ter adiantado mais pormenores sobre o seu estado de saúde.

O artista natural de Chicago, nos Estados Unidos, acredita que a bipolaridade é uma “bênção” de Deus, porque se outra pessoa a tivesse não conseguiria “estar a trabalhar e fingir que está tudo bem”.

“Pensem que alguém faz aquilo que fiz quando fui à TMZ no seu trabalho? Certo. Na manhã a seguir a pessoa volta para trabalhar, é despedida e não pode fazer nada contra isso. Por isso, é que Deus me deu isto aos 40”, explicou Kanye West.

Recorde-se que o compositor esteve nas instalações da TMZ, no início do mês de maio, onde deu uma entrevista. As suas declarações ao site incendiaram a Internet, depois de o marido de Kim Kardashian ter defendido que a escravidão foi uma “escolha” do povo negro.

Em diversas faixas do seu novo álbum, Kanye fala também sobre a questão da bipolaridade. Inclusive na capa do disco. “Odeio ser bipolar. É fantástico”, pode ler-se

Com a ajuda da música e da sua família, o artista aparenta estar a aceitar da melhor forma o seu estado de saúde. Recentemente, o “rapper” publicou um vídeo da sua filha a interpretar um dos seus novos temas.

Veja a galeria de imagens e fique a conhecer melhor o artista.

TEXTO: Tiago Firmino