Fernanda Serrano recorda luta contra o cancro: “Não há um dia que não me lembre disso”

Fernanda Serrano confessou que “não há um dia” que não se lembre da fase mais negra da sua vida. Em fevereiro de 2008, a atriz foi diagnosticada com cancro na mama.

“Tento sempre afastar-me dos fantasmas do passado mas não há, obviamente, um único dia que não nos lembremos disso. Não há um dia que não me recorde, que não me lembre”, revelou a atriz, esta quarta-feira, no decorrer da apresentação do livro “Confia”, de Sofia Ribeiro, em Lisboa.

Foi numa consulta de rotina depois do parto da sua filha, Laura, agora com dez anos, que o médico aconselhou a atriz da TVI a fazer uma ecografia ao peito. Esse exame acabou por revelar o tumor maligno que a atriz tinha. Numa luta dura, Fernanda Serrano esteve sujeita a tratamentos de quimioterapia, chegou mesmo a rapar o cabelo e a utilizar perucas.

Hoje em dia, apesar de ser impossível afastar-se desses momentos angustiantes não vive condicionada. “Não vivo em função disso. Vivo um dia atrás do outro e feliz por todos os dias ser um dia novo, estar cá para contar histórias aos meus filhos, resolver mais coisas e contornar mais obstáculos. O importante é termos um dia novo para viver”, rematou.

Assim como Sofia Ribeiro, a profissional lançou uma obra a partilhar a sua história, intitulada “Também há finais felizes”. O livro, publicado em 2013, conta ao pormenor a luta contra o cancro e a terceira gravidez, de Maria Luísa, que foi tão desaconselhada pelos médicos por colocar a sua vida em perigo.

Fernanda Serrano, que está casada desde 2004, com Pedro Miguel Ramos, também é mãe de Pedro Santiago, com 13 anos, Maria Luísa, de oito, e Caetana, com dois.

Percorra a galeria de fotografias e fique a conhecer melhor Fernanda Serrano.

TEXTO: Tiago Firmino