Kylie Jenner criticada por publicar fotografias do pai enquanto este ainda era homem. “Isto é insultuoso”

Kylie Jenner, a irmã mais nova do clã Kardashian-Jenner, está a ser criticada nas redes sociais depois de no domingo ter publicado uma fotografia do progenitor enquanto este ainda era um homem.

“Tanta sorte por te ter”, escreveu a estrela de televisão norte-americana na legenda de um conjunto de fotografias publicadas na sua conta na rede social Instagram, e no qual surge ao lado do pai e da irmã Kendall quando ainda eram duas crianças.

O registo que deveria ser de homenagem terminou envolto em polémica pelo facto de o pai de Kylie, que nasceu como William Bruce Jenner há 68 anos, ter iniciado o processo de mudança de sexo em 2015 e se assumido como uma mulher, alterando o nome para Caitlyn Jenner.

“Isto é insultuoso. Caitlyn identificou-se como uma mulher durante toda a sua vida e agora passou a transição para o fazer”, escreveu um internauta na caixa de comentários da publicação.

Embora seja uma prática cada vez mais comum, certo é que as irmãs Jenner sentiram algumas dificuldades em aceitar a decisão do pai, tal como admitiu Kendall em 2015: “O meu pai é o meu pai, mas já não o é mais fisicamente”.

A publicação de Kylie aconteceu no domingo, data em que se assinalou o Dia do Pai nos Estados Unidos, e com mais ou menos controvérsia, na manhã desta quarta-feira reunia mais de 4,5 milhões de “gostos”.

TEXTO: Duarte Lago (com NA)