Mãe e irmã no concerto de Luciana Abreu? “Só se comprarem bilhete”

TEXTO: Alexandre Oliveira Vaz

Luciana Abreu continua de costas voltadas com a mãe e a irmã. A estrela da SIC não acredita que, devido a esta zanga familiar, a mãe esteja com uma depressão e diz que tanto a progenitora como a irmã só entram no seu concerto “se comprarem bilhete”.

A guerra familiar de Luciana Abreu não tem fim. Seis meses depois de a atriz ter convidado a mãe e a irmã a saírem de sua casa, o contacto entre o clã ainda não foi retomado. Numa altura em que a estrela da SIC se prepara para lançar o seu primeiro álbum, Luciana garantiu que não vai convidar as duas familiares para o concerto de apresentação, que acontece no dia 23 de junho no Casino Estoril.

“Só se comprarem bilhete”, disparou a atriz, minutos depois de pisar o palco do Coliseu dos Recreios para entregar o Globo de Ouro para Melhor Desportista Feminino, ao lado do galã das telenovelas brasileiras Thiago Lacerda. “Elas sabem onde eu moro. Se quisessem falar comigo, procuravam-me em casa, não no casino”, acrescentou a artista de 31 anos.

Questionada pela imprensa sobre o estado de saúde da mãe, que segundo algumas revistas se encontra numa depressão, Luciana Abreu volta a surpreender na resposta, após um profundo silêncio. “Onde está escrito? Onde está escrito? Onde está o documento? Onde se comprova isso?”, questionou a antagonista da novela da SIC “Espelho d’Água”.

Luciana Abreu assegurou que no seu primeiro trabalho discográfico, composto por 13 temas, nem este momento delicado vai ser deixado de parte. “O CD fala sobre o meu percurso de vida, de determinadas situações que me marcaram imenso. Todas as canções são compostas por mim, escritas por mim”, afirmou a atriz, que prometeu uma grande novidade a ser anunciada no dia do lançamento do álbum.