Luciana Abreu celebrou 33 anos. Ainda se lembra da estrela da SIC quando ela era uma criança?

Luciana Abreu celebrou esta sexta-feira mais um aniversário. A N-TV foi ao baú das memórias para recordar como era a atriz e cantora quando se deu a conhecer ao público português. Vem connosco nesta viagem?

Longe de imaginar que um dia iria protagonizar um dos maiores sucessos da televisão portuguesa na década de 2000, Luciana Abreu ganhou forças e foi, em 1999, assistir ao vivo ao programa “Big Show SIC”, apresentado por João Baião, de quem se viria a tornar amiga anos mais tarde.

“Vim pedir um favor: deixar-me mostrar a minha voz”, solicitava, não se sabe se mais nervosa do que tímida, Lucy ao anfitrião do programa. E assim foi. Ao som de “Lusitana Paixão”, originalmente cantado por Dulce Pontes, Luciana Abreu dava-se assim a conhecer pela primeira vez aos portugueses.

A carregar vídeo...

No mesmo ano, a futura estrela da SIC participava num outro programa da estação, “Cantigas da Rua”, apresentado por José Figueiras. A jovem natural do Porto, na altura com 14 anos, acabou por vencer o concurso, onde voltou a interpretar o mesmo tema de Dulce Pontes.

A carregar vídeo...

Anos depois, em 2004, voltou a participar num concurso de talentos. Desta vez, o “Ídolos”, no qual ficou conhecida como a “Borboleta”, devido ao acessório que usava no cabelo durante os castings do programa da SIC.

A carregar vídeo...

Mas foi com “Floribella” que a vida de Luciana Abreu deu uma volta de 180º. Graças a Teresa Guilherme, produtora do fenómeno televisivo visto por milhares e milhares de crianças e jovens, que a escolheu para o papel principal da novela que contou com duas temporadas e que foi, sobretudo na primeira leva de episódios, um sucesso desmedido de audiências.

A carregar vídeo...

Estava encontrada a “galhinha dos ovos de ouro” da SIC, que não largou a artista nos anos seguintes. Aproveitou o êxito de Luciana e colocou-a em frente de “Lucy”, programa emitido aos fins de semana e destinado ao público infantojuvenil. A aposta não viria, contudo, a receber os frutos esperados.

Veja as imagens de Luciana Abreu na galeria acima

Seguiu-se a consolidação da carreira da atriz e cantora, que teve ainda assim um interregno de quase dois anos. Regressou ao auge em 2012 pelas mãos da TVI, no “talent show” “A Tua Cara Não Me É Estranha”, mas depressa voltou à estação que mais oportunidades de crescimento profissional lhe deu.

Foi por lá que se manteve. No ano passado, antagonizou a novela “Espelho d’Água”, a primeira vilã a que deu vida.

Vida pessoal conturbada… desde sempre

Ao longo da última década, Luciana Abreu viu a sua vida exposta na imprensa, a começar pelo primeiro casamento, com Yannick Djaló. O “casa” e “descasa”, com muitas polémicas pelo meio, entre a atriz e o futebolista encheu durante anos páginas de revistas.

Desta relação, nasceram as duas filhas mais velhas de Luciana Abreu: Lyonce e Lyannii Viiktórya, que já por diversas vezes mostraram ter herdado a veia artística da mãe.

A carregar vídeo...

No ano passado, a estrela da SIC teve duas gémeas, Amoor Viktória e Valentine Viktória, frutos do casamento com o guia turístico e praticante de “kitesurf” Daniel Souza.

É esta a sua família, já que a eterna Floribella mantém-se de relações cortadas com a mãe e irmã, Ludovina e Ana Luísa, depois de as ter convidado a sair de sua casa no final de 2016.

TEXTO: Dúlio Silva