“O amor é como a música. Não é exclusivo de nenhum género”. A carta de amor de Ariana Grande à comunidade LGBT

Ariana Grande juntou-se às celebrações do Mês do Orgulho Gay, que decorrem durante o este mês, com uma carta de amor à comunidade LGBT. A cantora agradeceu todo o apoio, falou do seu irmão, Frankie, e elogiou todos os seus elementos.

“Não existe nada mais carinhoso que o amor e a alegria que a comunidade LGBT transmite”, começou por escrever a artista, esta sexta-feira, na carta publicada pela revista “Billboard”.

Ariana Grande, que sempre apoiou e elogiou publicamente todos os elementos desta comunidade, falou do seu exemplo mais próximo, o irmão, Frankie, de 35 anos. “Cresci com um irmão gay, que me inspirou em cada momento. Sempre foi o meu ídolo e tudo o que fazia, eu fazia também. Não me lembro de alguma diferença no Frankie antes e depois de assumir a homossexualidade”, disse.

“Tive a minha estreia na Broadway aos 14 anos e fiz oito espetáculos por semana, mas não havia uma noite em que estivesse cansada demais para ir a um bar gay fazer um rápido cover de Whitney Houston antes de ir dormir”, revelou a compositora, de 24 anos, que contou ter “aprendido a maquilhar” num bar gay.

O “sucesso” que alcançou dentro da comunidade LGBT é o “maior prémio” que alguém lhe poderia ter dado, e que não o trocava por qualquer estatueta ou distinção. Nada satisfaz mais a artista do que saber que a sua música “ajudou alguém a afirmar-se perante a sociedade”.

Ainda na mesma carta, a autora de “No Tears Left to Cry” fez questão de deixar um agradecimento a todos os membros da comunidade LGBT pela inspiração que tem na sua vida.

“O amor é como a música. Não tem fronteiras e não é exclusivo de nenhum género, sexualidade, raça, religião ou idade. É uma liberdade e um luxo que todas as pessoas devem ser capazes de absolver e aproveitar cada momento. Estou eternamente grata e sou inspirada pela comunidade LGBT”, rematou Ariana Grande, que “espera continuar a criar hinos” para as suas vidas.

TEXTO: Tiago Firmino (com NA)