O Cristianinho é “uma criança diferente”. “É um menino especial porque lhe falta a mãe ao lado”

Quando Cristianinho, o filho mais velho de Cristiano Ronaldo, chegou à família Aveiro, em 2010, fruto de uma gestação de substituição, a mãe do craque madeirense ficou em “choque”. Admite que o neto é, hoje, “uma criança diferente”.

Dolores Aveiro sempre sentiu ser “mãe e avó” de Cristianinho, como é carinhosamente tratado o filho mais velho de CR7. A mãe do jogador revela a Cristina Ferreira que o neto é “um menino especial porque lhe falta a mãe ao lado”. “Sempre lhe transmiti tudo, dei-lhe e dou-lhe todo o meu amor. Por ele e por todos. Mas o Cristianinho é uma criança diferente”, confessa em entrevista à apresentadora.

A matriarca do clã Aveiro recorda o momento em que o capitão da seleção nacional foi pai pela primeira vez, fruto da uma gestação de substituição. “No princípio, chocou-me. Depois demos a volta e conseguimos criá-lo com muito amor e carinho”, diz Dolores Aveiro, que não se coíbe de educar o neto da mesma forma que educou os filhos.

“O Cristianinho é um menino que tem tudo, mas também leva castigos. Às vezes, ele pede que compre isto ou aquilo, mas nem sempre eu compro. E faça para ele aprender e dar valor às coisas”.
Dolores Aveiro

Este foi, aliás, um pedido do internacional luso, que é ainda pai dos gémeos Eva e Mateo, de um ano, também nascidos de uma barriga de aluguer, e de Alana Martina, de sete meses, da sua relação com a espanhola Georgina Rodriguez.

“O Ronaldo sempre foi um rapaz que me pediu para eu o acompanhar. E, mesmo da primeira vez que foi pai, disse: ‘Eu quero que a mãe cuide do meu filho e lhe dê a mesma educação que me deu’. Para mim, foi um orgulho ele pedir isso”, rematou.

TEXTO: Ana Filipe Silveira