Rita Pereira declara-se: “Ela. Para quem eu vivo. A pessoa mais importante da minha vida”

Rita Pereira utilizou o seu Instagram para assinalar o aniversário da “pessoa mais importante” da sua vida: a irmã, que comemora 30 anos esta segunda-feira (dia 8 de janeiro). A atriz dedicou palavras carinhosas a Joana e emocionou os seguidores.

“Ela. Por quem eu respiro. Ela. Pela qual eu luto. Ela. A que eu mais admiro. Ela. Para quem eu vivo. Ela, a Joana, a minha irmã, a pessoa mais importante da minha vida, faz hoje 30 anos”, começa por escrever Rita Pereira, na legenda da fotografia que publicou na manhã desta segunda-feira (8 de janeiro), dia de aniversário da irmã, Joana.

A atriz da TVI não se poupou em elogios à aniversariante, num texto que deixa transparecer a relação íntima que tem com a irmã. “Faz-me rir à gargalhada, aquela gargalhada sem som, ridícula, aquela gargalhada igual à dela. Faz-me chorar, de orgulho, de admiração, quando me puxa para terra, quando me abre os olhos e me ensina o que é realmente importante. Sim, ela ensina-me, ensina-me tanto…”, escreveu.

Veja a fotografia publicada por Rita Pereira na galeria.

Na imagem publicada por Rita Pereira, que atualmente interpreta Madalena Alvarenga na novela da estação de Queluz de Baixo “A Herdeira”, apenas os olhos das duas irmãs aparecem, e a atriz pede desculpa por isso. “Gostava de ser metade da pessoa que ela é. Nunca a mostrei por inteiro, eu sei, e desculpem-me por isso, mas quero-a só para mim. Quero que ela seja livre”, justifica, e conclui a carinhosa mensagem: “AMO-TE como ninguém imagina. Saúde, saúde, saúde, é o que mais quero para ti. (E que continues a comer que nem uma vaca sem engordares um grama)”, brincou.

Veja os vídeos publicados por Rita Pereira esta manhã:

A carregar vídeo...
A carregar vídeo...

A publicação da atriz, feita há apenas uma hora, conta já com 12 mil “gostos” e quase uma centena de comentários. “Vocês arrasam com o meu coração. Peço que os meus filhos sejam e tenham a cumplicidade que vocês têm”, comentou uma seguidora de Rita Pereira.

TEXTO: Mafalda Carraxis