Exclusivo N-TV. Cristina Ferreira faz 40 anos. Leia a mensagem emocionada de Júlia Pinheiro para a sua “filha”

No dia em que Cristina Ferreira comemora os 40 anos de vida, a N-TV pediu a Júlia Pinheiro uma mensagem de parabéns à apresentadora da TVI.

Júlia Pinheiro não é uma simples colega de Cristina. Foi sua professora no curso de televisão dirigido por Emídio Rangel, que viria a consagrá-la como a melhor aluna da turma. Foi a sua mentora na TVI. É uma amiga próxima que nem a mudança de canal e concorrência direta fez abafar.

A mensagem de Parabéns que Júlia Pinheiro envia a Cristina Ferreira, através da N-TV, não é um depoimento qualquer: é uma mensagem de amor. E todas as mensagens de amor devem ser lidas por inteiro. Sem mediações jornalísticas.

“Aos 40 anos, a Cristina está melhor do que nunca. Não tive hipótese de ir à sua festa de aniversário, ontem à noite, porque participei no Festival da Língua Portuguesa Escritas do Sul, em Almodôvar, mas estive lá de coração. Sei que foi uma festa rara, um evento altamente trabalhado com o carinho que toda a equipa dela coloca em tudo o que faz. Porque a Cristina é uma mulher que suscita essa envolvência e a nossa vontade de lhe retribuir sempre o seu sorriso.

“É uma empreendedora, um exemplo para as Mulheres”

A Cristina nunca foi tímida. Sempre soube o que queria. Procurou o seu espaço e hoje é uma profissional de mão cheia naquele ginásio dos atletas de alta competição da televisão que é o day time, onde todos os dias nos colocamos à prova. Ela amadureceu ao lado desse extraordinário comunicador que é o Manuel Luís Goucha.

É uma empreendedora, um exemplo para as Mulheres. É uma mulher que arrisca. Dos projetos mais modestos aos mais ambiciosos, sabe sempre resolver cada problema. Até a sua loja de roupa, que eu vaticinei que não duraria mais de um ano, lá está há mais de uma década.

“Nestes 40 anos desejo-lhe, do fundo do coração, um amor arrebatador”

Adoro a Cristina como Mulher. É uma mãe preocupada, sempre presente, sempre atenta. Nestes 40 anos desejo-lhe, do fundo do coração, um amor arrebatador; uma paixão que a faça sentir que a vida é mais completa quando se é muito amada. Embora ela seja muito amada pelas pessoas que gostam dela. E ela tem tanta gente gostar dela.

A Cristina é um exemplo também naquela relação que mantém com o pai do seu filho. Aquela história de amor que é uma incógnita e que ela mantém com graça. Provavelmente, mostrando que é possível viver um amor diferente depois de se ter constituído uma família. Até nisso ela pode ser importante para a mudança de mentalidades.

Eu sei que a Cristina quer colocar um vestido de noiva e ir até ao altar. Eu quero estar lá nesse momento. Para lhe lembrar o quanto gosto dela.

“Nesta fase em que estou cada vez mais maternal, não tenho qualquer dúvida em dizer que a Cristina é a minha filha”

Quando mudei para a SIC, e nos afastámos fisicamente, a nossa relação poderia ter sofrido com isso, poderia ter ficado mais fria. Não ficou. Antes pelo contrário. É mais ternurenta. Nesta fase em que estou cada vez mais maternal, não tenho qualquer dúvida em dizer que a Cristina é a minha filha. E com isto acho que digo tudo.”

TEXTO: Nuno Azinheira