Cuca Roseta é a jurada “mais sensível” do Got Talent Portugal

Foto: Instagram Cuca Roseta

TEXTO: Alexandre Oliveira Vaz

Ao lado do agente Manuel Moura dos Santos e do humorista Pedro Tochas, Cuca Roseta é o terceiro elemento que compõe o leque de jurados da sexta edição do “Got Talent Portugal”. “Um programa de emoções”, segundo a própria, que encaixa na perfeição com o seu caráter “muito sensível”.

Na tarefa de avaliar novos talentos, a cantora define-se como uma jurada com o sentimento à flor da pele. “Trago a minha sensibilidade. Penso que essa é a minha grande característica. A arte mexe muito comigo. O Manuel [Moura dos Santos] e o [Pedro] Tochas são mais fortes que eu nesse sentido. São mais difíceis de emocionar. Emociono-me muito facilmente”, partilhou Cuca Roseta à Notícias TV.

Para além da sensibilidade, a artista de 35 anos admite ainda que a sua participação no “talent show” da RTP1 desperta o seu instinto mais maternal. “Sou completamente mãe. Quando vem os pequeninos fico completamente derretida, mas o Manuel também fica. O Tochas diz: ‘não quero ter filhos'”, brincou.

A emoção que um concorrente passa para o público é, aliás, um fator essencial para conquistar o voto da fadista. “Para as pessoas me conseguirem tocar, principalmente um cantor, é preciso que haja uma entrega”. Quanto ao facto de avaliar uma arte que não domina, Roseta disse deixar-se guiar pela “emoção”, um sentimento transversal a “todas as artes”.

A brilhar nas noites de domingo desde 19 de março, Cuca Roseta faz um balanço positivo da sua participação no formato da estação pública. “É espetacular. É um desafio muito grande para mim, mas gosto muito de desafios, porque fazem-nos crescer. É, simultaneamente, uma experiência de autoconhecimento muito grande”, garantiu ao nosso jornal.

O “talent show” da RTP, apresentado por Sílvia Alberto e Pedro Fernandes, registou até ao momento uma média de um milhão de espectadores por semana.