Tragédia em Pedrógão Grande: onda de solidariedade varre redes sociais

O grande incêndio que está desde sábado a lavar na zona de Pedrógão Grande, Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhas, e que até às 13h20 tinha matado 62 pessoas, está a chocar a opinião pública, que tem acompanhado a tragédia pela televisão e Internet. Nas redes sociais são várias as figuras públicas que têm demonstrado a sua dor e comoção, solidarizando-se com a dor das famílias atingidas.

“Pedrógão. Tão Triste. Tão injusto”. Foi desta forma a que Herman José se referiu ao pasto de chamas que tem devastado tudo o que aparece à frente. A mensagem na sua página oficial de Facebook é acompanhada de uma foto dos bombeiros a lutar contra o incêndio.

Publicado por Herman José em Domingo, 18 de Junho de 2017

Já a apresentadora da TVI Fátima Lopes sublinhou que “Portugal está de luto”. “Neste momento difícil, o meu pensamento está com os familiares e amigos das vítimas deste fogo, a quem deixo um abraço amigo. Aos bombeiros, nossos heróis, mais uma vez, o meu muito obrigada”, acrescentou.

“Uma tragédia que deixa o coração de todos despedaçado”. É desta forma, com uma imagem das chamas incontroláveis, que o apresentador Jorge Gabriel reagiu ao incêndio que, desde sábado, tem mobilizado centenas de bombeiros.

Já Catarina Furtado, outra figura da RTP, preferiu partilhar uma atualização da aplicação RTP Notícias para enviar “um abraço solidário (que nada vale!) para as famílias, para os habitantes destas terras maravilhosas”.

“Todas as fotografias felizes, de piscinas e praias, gelados e sorrisos de um fim-de-semana de calor, ficam reduzidas a zero!”, escreveu ainda a apresentadora e embaixadora da ONU.

A sua colega da televisão pública Tânia Ribas de Oliveira usa uma foto de uma piscina, tirada este domingo, dia em que completa 41 anos, mas não esquece a tragédia neste dia importante para si. “Comecei assim o dia do meu aniversário, com o João e os meus filhos. Felizes. No meio da natureza. Não posso deixar de enviar um abraço de conforto a todas as famílias que perderam os seus entes queridos neste inferno de chamas que consome parte do nosso país”, escreveu.

https://www.instagram.com/p/BVeldQrDB-t/?taken-by=taniaribas&hl=pt

Já Filomena Cautela escreveu uma mensagem emocionada, com uma das fotos que mais tem sido partilhada nas redes sociais. “Não se deixa ninguém para trás”, disse a apresentadora, que envia “coragem e amor” a todos os que “estão a lutar”.

O mundo do futebol também se solidarizou com as vítimas do grande incêndio que continua ainda ativo ao início da tarde deste domingo. A Seleção Nacional de futebol, que esta tarde se estreia na Taça das Confederações, emitiu um comunicado oficial na página de Facebook, em que fala de um “dia de grande consternação”.

“A tragédia ocorrida em Pedrógão Grande, que reclamou a vida a tantos dos nossos compatriotas, não pode deixar ninguém indiferente e certamente não nos deixa a nós. Nesta hora tão triste enviamos as mais sentidas condolências às famílias, amigos e entes queridos das vítimas dos incêndios”.

O comunicado, assinado à cabeça pelo presidente da Federação, Fernando Gomes, e pelo selecionador nacional, Fernando Santos, seguindo-se a um a um todos os jogadores de Portugal convocados, termina com uma mensagem final.

“Se temos consciência de que meras palavras não poderão minimizar a vossa dor que também é nossa, dizemo-vos, ainda assim, que hoje em campo levaremos o vosso coração no nosso coração”.

O dia em que iniciamos a participação na Taça das Confederações é igualmente um dia de grande consternação e dor para o…

Publicado por Seleções de Portugal em Domingo, 18 de Junho de 2017

O campeão de triplo salto Nélson Évora também não está indiferente ao drama, mas aproveitou para pedir aos seus seguidores de Facebook para que “liguem para os bombeiros” das suas regiões a perguntar como podem ajudar. “Todos podemos fazer parte da solução”, disse.

A entrar na terrível época dos incêndios :( Liguem para os bombeiros da vossa região e perguntem como podem ajudar. Todos podemos fazer parte da solução! #portugalsomosnos #forçapedrogaogrande

Publicado por Nelson Évora em Domingo, 18 de Junho de 2017

Do mundo da música não param igualmente de surgir reações. Tony Carreira, na sua página oficial de Instagram, coloca uma imagem toda negra, com a seguinte mensagem: “Ausente de Portugal, tomei hoje conhecimento da tragédia de Pedrógão Grande. Neste dia triste, os meus pensamentos estão com os familiares das vítimas. Um forte abraço de agradecimento a todos os bombeiros pela luta incansável no terreno”.

O filho Micael Carreira afinou pelo mesmo diapasão: imagem negra com as letras Pedrógrão Grande a branco. O cantor prestou toda sua “solidariedade com todos os familiares das vítimas desta tragédia”.

O irmão David Carreira elogia os “bombeiros que lutam para dar fim a esta loucura que ataca” o país todos os anos. O cantor terminou com uma nota pessoal: “Os meus pensamentos vão para Pedrógão Grande. Fico triste por ver um sítio onde passei tantas férias de verão, quando era miúdo, ser destruído desta maneira”.

O músico Tiago Bettencourt, na sua página de Instagram, desejou “muita força para todos os que estão a lutar contra este monstro”.

Muita força para todos os que estão a lutar contra este monstro

A post shared by Tiago Bettencourt (@tiagobettencourt) on

João Pedro Pais prefere solidarizar-se com uma imagem da região agora devastada pelas chamas. “O meu profundo pesar por tamanha tragédia”, escreveu na sua página oficial de Facebook.

O meu profundo pesar por tamanha tragédia. Um Abraço forte e sentido a todos os familiares

Publicado por João Pedro Pais em Domingo, 18 de Junho de 2017

Sónia Tavares, vocalista da banda “The Gift”, também se solidarizou com as vítimas, escrevendo em inglês que acordou “esta manhã com notícias trágicas”.

https://www.instagram.com/p/BVecvsYlrqn/?taken-by=soniatavaresofficial&hl=pt

Uma bandeira portuguesa com um laço preto foi a forma encontrada pela fadista Raquel Tavares para expressar a sua consternação.

“Não consigo adjetivar o que sinto neste momento… Sinto a dor de todas aquelas pessoas como se fosse minha”, escreveu, acrescentando estar “profundamente chocada”.

Uma outra fadista, Ana Moura, disse-se “absolutamente horrorizada com as notícias que chegam de Pedrógão Grande”. “Não consigo dizer nada. Apenas manifestar a minha profunda solidariedade com as famílias das vítimas”.

A irmã de Cristiano Ronaldo e cantora Katia Aveiro colocou uma rosa preta no seu Instagram, com a mensagem: “As minhas orações vão para Portugal”.

O apresentador Nuno Eiró sublinhou de “um outro tipo de atentado”, que não pode deixar ninguém indiferente. “Nem como seres humanos, nem como portugueses”, escreveu Eiró, que se solidariza com as vítimas, mas também com o esforço dos bombeiros.

A apresentadora Iva Domingues, que em agosto se muda para Los Angeles, nos Estados Unidos, não encontrou palavras “para exprimir tanta tristeza”. Ainda assim, acompanhou a foto das chamas para um incentivo aos bombeiros. “Uma palavra de profundo agradecimento a todos os bombeiros que estão há horas, sem descanso, a combater este incêndio. O Inferno é aqui.”

https://www.instagram.com/p/BVemJnCnJGs/?taken-by=ivadominguesoficial&hl=pt

Raquel Strada preferiu olhar para o futuro. “Temos de alguma forma de nos mobilizar para ajudar e evitar que situações assim voltem a acontecer”.

Com uma simples expressão, “Que horror!”, a “socialite” Lili Caneças também engrossa a fileira das figuras públicas que utilizaram as redes sociais para expressar a sua dor e consternação pelo drama das chamas.

Que horror!!!🔥🔥🔥

A post shared by Lili Caneças,Cascais,Portugal (@lilicanecas) on

TEXTO: Nuno Azinheira