Dona desesperada. Fiel companheiro de Eva Longoria morreu-lhe nos braços

Eva Longoria anunciou esta sexta-feira a morte do cão. Jinxy tinha quinze anos e morreu nos braços da atriz durante uma ida ao veterinário.

Foi com um enorme sentimento de tristeza que Eva Longoria anunciou morte do seu melhor amigo de quatro patas. Numa mensagem publicada nas redes sociais esta sexta-feira, a intérprete despediu-se de Jinxy, que morreu nos seus braços, e partilhou um conjunto de imagens na companhia do cão.

“O dia que eu tanto temia chegou na última noite (quinta-feira). O Jinxy morreu nos meus braços no veterinário. Teve um derrame cerebral do qual não conseguiu recuperar”, começou por explicar. “Ele tinha quinze anos (96 em idade canina) e preencheu esses anos com muito amor e alegria.”

Eva Longoria, que se encontra grávida e prestes a ser mãe, considera Jinxy o seu “primeiro bebé” e reconhece que o sofrimento do animal “chegou ao fim”. A atriz disse ainda que a falta do fiel companheiro vai ser sentida por muitos e despediu-se com uma frase sentida: “Amo-te, Jinx.”

TEXTO: João Manuel Farinha