Foi de preto e usou o pin nos Globos de Ouro. James Franco acusado de assédio sexual

O ator James Franco está a ser acusado de assédio sexual por pelo menos duas mulheres, que se indignaram com o facto de o ator se ter vestido de preto e ter usado um pin em solidariedade com as vitimas deste tipo de abuso.

Tal como a maioria dos presentes na 75.ª edição dos Globos de Ouro, que decorreu na noite de domingo, James Franco vestiu-se de preto e ostentou na lapela um pin com a inscrição “Time’s Up” (acabou o tempo), um movimento de apoio às vitimas de assédio sexual.

Indignadas com a atitude do intérprete, duas mulheres recorreram ao Twitter para tornar públicos alguns episódios de assédio levados a cabo por Franco.

“Belo pin ‘Time’s Up’, James Franco. Lembras-te quando empurraste a minha cabeça no carro em direção ao teu pénis, que estava exposto, e daquela vez em que disseste a uma amiga minha para ir até ao teu hotel quando ela tinha 17 anos? Depois de teres sido apanhado a fazer o mesmo a outra rapariga de 17 anos?”, questionou a atriz Violet Paley na sua conta de Twitter.

Na mesma rede social, a também atriz Sarah Tither-Kaplan recordou as palavras que o ator e realizador lhe havia dito há poucas semanas: “Hey James Franco, giro esse pin ‘Time’s Up’ nos Globos de Ouro, lembras-te há algumas semanas atrás quando me disseste que a nudez integral que me fizeste fazer em dois dos teus filmes por 100 dólares por dia não era exploração porque eu tinha assinado um contrato? Acabou o tempo disso!”

https://twitter.com/sarahtk/status/950165990213496832

Até ao momento não houve reação pública por parte de James Franco. Ele que venceu o Globo de Ouro para Melhor Ator – Comédia ou Musical, pelo papel interpretado no filme “Um Desastre de Artista”, realizado pelo próprio.

TEXTO: João Farinha