Foi um dos grandes sucessos do arranque da TVI, em 1993. Exibido ao fim da tarde, e apresentado pela então estrela da rádio Olga Cardoso, o programa foi um dos poucos sucessos da estação no seu arranque de vida.

Era um programa popular, de entretenimento ligeiro. Um concurso de perguntas e respostas, em que os concorrentes não podiam dizer as palavras “sim” e “não”. Havia o “rapaz do gongo dourado”, havia prémios e, claro, Olga Cardoso, à época uma das mais populares profissionais da rádio portuguesa, dividindo o histórico e líder “Despertar” da Rádio Renascença com António Sala.

Olga Cardoso não voltou a brilhar na televisão e hoje, aos 83 anos, recorda com graça aqueles tempos. Esta semana, em entrevista ao programa “Agora Nós” na RTP1, Olga Cardoso falou dessa sua experiência televisiva e revelou quanto ganhava por programa.

“Ganhava mil contos [cinco mil euros] por mês”, disse a antiga apresentadora, citada pelo site Dioguinho.pt. Há 25 anos, mesmo em comparação com os valores que hoje se praticam na televisão portuguesa, já era dinheiro.

É caso para recordar a célebre exclamação que se tornou uma imagem de marca de Olga Cardoso. “Uauuuuuu!”