“Uma das melhores decisões da minha vida”. Iva Domingues e a mudança para os Estados Unidos

Quase a completar um ano desde que se mudou para Los Angeles, Iva Domingues não se arrepende. Já adaptada à vida norte-americana, a apresentadora ainda não sabe o que fará quando acabar o curso da filha por lá.

“Ainda só passou um ano e eu gosto pouco de fazer planos a longo prazo. Portanto, ainda não sei, ainda faltam dois anos”, disse a profissional, que está desde agosto de 2017 em Los Angeles, para onde se mudou para acompanhar a filha, Carolina, que desde setembro estuda Realização e Guionismo nos Estados Unidos.

Depois da adaptação a um novo país, Iva disse que tudo está a correr “lindamente”. “A adaptação é sempre difícil para qualquer pessoa, é normal, mas agora está a correr tudo bem a todos os níveis”, afirmou aos jornalistas sexta-feira à noite no recinto do Rock in Rio, em Lisboa.

A comunicadora, de 41 anos, sublinhou que cruzar o Atlântico “foi das melhores decisões” da sua vida. “Tem sido uma jornada muito interessante”, assegurou.

Quase ao final de um ano, Iva Domingues acrescentou que não está “americanizada”, até porque continua a ter saudades “dos amigos e da comida, claro”.

“Cheguei na quinta-feira à noite a Lisboa e jantei logo sardinhas, portanto, podem ver que as saudades eram muitas”, gracejou.

Por cá, a correspondente da TVI em Los Angeles para a área dos espectáculos vai ficar até agosto. “São férias da América, mas a trabalhar em Portugal. Vou fazer ‘A Tarde é Sua’, vou fazer o ‘Somos Portugal’, concluiu.

TEXTO: João Manuel Farinha