Leiloada a polémica carta de Madonna. “Whitney Houston e Sharon Stone são miseráveis”

Foi leiloada uma carta escrita por Madonna nos anos 1990, na qual critica Whitney Houston e Sharon Stone. O documento foi encontrado por uma amiga e tornou-se um objeto de culto para os fãs desde essa altura.

“Eu irritei tantas pessoas que só posso estar a ser punida. É tão frustrante ler que a Whitney Houston tem a carreira musical que eu gostaria de ter e que a Sharon Stone tem a carreira de cinema que eu nunca vou ter. Não porque eu queira ser como elas, porque eu preferia morrer, mas porque elas são tão horrivelmente medíocres e são sempre colocadas como modelo ideal de virtudes para me humilhar”, escreveu Madonna na carta.

Segundo noticia o site americano “That Grape Juice”, a missiva era dirigida a um amigo da cantora – o ator John Echos – e nela a artista deixa claro que não queria ser comparada a ninguém e que preferia morrer do que ser Whitney Houston ou Sharon Stone.

Aquando do envio desta controversa carta, Madonna tinha acabado de editar o álbum “Erotica”, que saiu com um livro de fotos ousadas, que foram amplamente criticadas. Ainda assim, poucos meses depois a cantora ganhou o seu primeiro Grammy.

O valor pelo qual a carta foi vendida ainda não é conhecido, mas, dias antes da venda, falava-se de valores entre os 2600 a 4300 euros.

Madonna, que esteve recentemente em Portugal e publicou várias fotografias da família em Lisboa nas suas redes sociais, não se pronunciou sobre este assunto.